Quarta-feira, 12 de Agosto de 2009

 

 

Ouvindo as pessoas, mudaremos Alfragide

  

Princípios Orientadores

 

1 - Introdução

 

Os candidatos pelo PS à Junta de Freguesia de Alfragide, acreditam firmemente que a população desta freguesia não está interessada na continuidade da equipa PSD/CDS-PP que a gere há cerca de 30 anos, por variadíssimas razões, das quais destacamos, entre outras:

1. Insuficiência da higiene e limpeza urbana;

2. Abandono e degradação de equipamentos de recreio, desporto e cultura existentes;

3. Jardins e espaços verdes mal cuidados;

4. Ruas e passeios degradados;

5. Falta de parques de estacionamento e circulação rodoviária;

6. Inépcia no apoio às pessoas (Jovens e Séniores) e entidades que pretendam criar áreas de intervenção sociocultural junto da população, no sentido de lhes oferecer oportunidades de valorização pessoal e melhor qualidade de vida.

   Compete-nos, salientar que, das 11 Freguesias que compõem o Concelho da Amadora, apenas Alfragide nunca se disponibilizou para implementar o programa municipal de ocupação para a população sénior – Programa “Recriar a Vida” com várias vertentes que visam sobretudo evitar a solidão dos mais idosos.

Alfragide é, sem dúvida, actualmente a Freguesia do concelho da Amadora com menos serviços públicos ao dispor da população.

 

Estes e muitos outros factos são evidentes, não só para aqueles que se preocupam com todos os aspectos que contribuem para uma melhoria da qualidade de vida da população desta Freguesia, mas também, pela generalidades das pessoas que aqui vivem, trabalham ou nos visitam.

 

2 - Compromissos

 

Assim, os candidatos do PS, comprometem-se a exercer a gestão da Junta de Freguesia, na base dos seguintes princípios:

 

A)    Disponibilidade,

B)    Vontade,

C)   Capacidade,

D)   Responsabilidade

E)    Idoneidade

 

Disponibilidade – Estaremos sempre ao serviço da população de modo incondicional, quaisquer que sejam as situações que se deparem. Um candidato autarca deverá ser, acima de tudo, uma pessoa que tenha um entendimento apurado do que é “estar ao serviço da população”. Não esquecemos que, por vezes, temos que dar tratamento prioritário aos assuntos da população em detrimento dos assuntos particulares.

 

Vontade – Mostraremos, através de acções concretas, o nosso firme empenhamento na defesa da qualidade de vida dos residentes, promovendo e incentivando a sua participação na vida colectiva da Freguesia.

 

Capacidade – Manteremos um bom relacionamento com os residentes, ouvindo atentamente todas as críticas, mesmo aquelas que se afigurem injustas, ouvindo as discordâncias, partindo do princípio de que aqueles que discordam, poderão conhecer os problemas melhor do que nós.

Trabalharemos sempre em equipa, com disciplina, com coordenação eficaz, acolhendo e pondo em prática todas as boas ideias, independentemente da sua proveniência. Faremos mais e melhor com os recursos públicos atribuídos.

 

Responsabilidade – Assumiremos sempre e em todos os aspectos da vida autárquica, as consequências das decisões tomadas, quer do ponto de vista político, social ou moral.

 

Idoneidade – Colocaremos sempre em primeiro lugar, a defesa dos interesses dos residentes como princípio geral orientador, servindo a população com o nobre espírito de missão, sem pretender retirar benefícios pessoais ou de grupos, quaisquer que sejam, mas sim, procurando que os principais beneficiados da gestão da Junta sejam os seus habitantes, aqueles que nela trabalham e os que a visitam.

Com esta orientação, procuraremos sempre ser tolerantes nas opiniões e intransigentes na defesa dos princípios e valores que regem a causa pública.

 

3 - Relacionamento com a Câmara Municipal

 

É fundamental para uma boa gestão da JF, que exista um bom relacionamento entre os executivos da CMA e os da JFA.
Esse relacionamento deverá assentar numa mesma base programática, num diálogo permanente e de solidariedade política, facilitando, deste modo, uma descentralização eficaz dos meios e competências para a JFA.

 

4 – Relacionamento com os Residentes

 

A candidatura do PS à Junta de Freguesia de Alfragide, consciente da necessidade de uma maior aproximação do Poder Local junto das populações, está empenhada em estabelecer uma ligação mais forte, mais concreta e eficaz, entre a Junta e a população da Freguesia.

Neste sentido, envidará todos os esforços, procurando interessar todos no exercício e prática da cidadania. Isto só será possível, com um reforço e dignificação de todos os Órgãos da Junta.
Lançaremos um projecto de informação socio-económica
das famílias, que permita detectar as situações mais graves de pobreza e exclusão social, e recorreremos a parcerias e/ou apoios da Segurança Social, entidades públicas/privadas e instituições de solidariedade, para determinar com rigor e segurança, as reais necessidades e aspirações das pessoas, de modo a providenciar as soluções e apoios efectivos em tempo útil.

 

Implementaremos finalmente, no terreno, a Rede Social e as Medidas de Política Social definidas pelo Conselho Local de Acção Social (CLAS) da CMA e pelo Conselho Social da Freguesia (CSF) entre outros.

 

5 – Relacionamento com as Instituições Públicas e Privadas

 

O nosso relacionamento com as diversas Instituições existentes na Freguesia pautar-se-á por um acompanhamento muito próximo das actividades e programas de cada uma delas, designadamente aqueles que dizem respeito ou beneficiem directamente a população de Alfragide, como por exemplo: PSP, Escolas, Estado-Maior da Força Aérea, Empresas, Paróquia, etc.

Assim, estaremos empenhados na melhoria da protecção e segurança das pessoas e bens da Freguesia, pelo que, solicitaremos reuniões periódicas de trabalho com as Forças Policiais, nomeadamente com o Sr. Comandante da Esquadra da PSP.

Nas Instituições, cuja gestão é da responsabilidade da Junta de Freguesia, como por exemplo as Creches e Jardins-de-Infância, estaremos especialmente atentos à qualidade do serviço prestado, pelo que, trabalharemos sempre em parceria com todos os intervenientes: Pessoal, Técnicos e Associações de Pais.

Procuraremos trabalhar em estrita colaboração com as Colectividades de Cultura e Recreio, na criação e realização conjunta de actividades desportivas, recreativas e culturais para todos, qualquer que seja a idade.

 

6 – Relacionamento com o Meio Ambiente

 

A qualidade do meio ambiente é, hoje em dia, um dos factores relevantes para a fixação das pessoas num determinado local, seja para sua residência, permanente ou não, seja para aí trabalharem. Para isso, é necessário que existam níveis muito aceitáveis de higiene, os quais passam por uma permanente limpeza das ruas, passeios, parques, jardins, etc., por uma eficiente recolha de lixos. É necessário que os parques e jardins estejam sempre bem cuidados e funcionais. É necessário que os níveis de poluição estejam controlados, que as ruas e passeios estejam transitáveis, limpas de dejectos e sem buracos. É necessário, também, que o estacionamento automóvel não seja caótico, como acontece em algumas artérias da nossa freguesia, pelo que, será necessário criar mais lugares de parqueamento.

Estaremos empenhados em cuidar de todos estes aspectos, porque queremos que Alfragide seja uma referência para todos, na procura constante da melhoria do seu meio ambiente e onde as pessoas se sintam orgulhosas do local onde moram ou trabalham.

 

 

 

7 – Conclusão:

 

A população de Alfragide, pretende, mais que nunca, uma nova prática política, com uma gestão moderna, aberta, transparente, responsável, mais virada para a população e muito mais atenta aos seus problemas e justos anseios.

Neste sentido, estamos confiantes que a população de Alfragide no dia 11 de Outubro, vai dar um sinal inequívoco de mudança, ao escolher a nossa candidatura, o nosso projecto e as nossas ideias.

Depois, é necessário trabalhar com dinamismo, responsabilidade e vontade de ajudar, principalmente nas situações de maior carência. Se assim fizermos, grangearemos a confiança e o respeito das Pessoas.

 

O Candidato:

António Barata

 

 

 

 



publicado por alfragide2009 às 16:04 | link do post | comentar

4 comentários:
De Odete Pinto a 13 de Agosto de 2009 às 15:39
De facto é fundamental que todas as acções que defende e define, sejam postas em prática, em prol de melhor qualidade de vida em Alfragide.

O bom relacionamento entre Junta e Câmara é vital sim, mas não da forma "graxista" por parte da actual Junta, que apoia as medidas camarárias mas depois não aceita descentralizações nem competências, desfavorecendo assim Alfragide e a sua população.

Veja-se os casos da varredora automática, dos programas culturais e sociais, para dizer o mínimo.

VAI TER QUE MUDAR EM ALFRAGIDE, 2009 !!!


De Pedro Lucas a 13 de Setembro de 2009 às 09:56
Quero felicitá-lo pelo trabalho a que propõe. Pelo que vi nos ultimos 10 anos em que cá vivo, votam 10% dos que cá vivem (porque os 90% votam na santa terrinha ou estao-se nas tintas), e desses, metade vota PSD, e como tal, o presidente a continuará a sê-lo até morrer, se nada for feito, e continuará a fazer barbaridades como permitir a construção de bandas brutais de prédios como aquela que foi feita em contrapartida do ATL na QG, que de ATL pouco tem e que no Inverno, nem sol apanha quando funciona. É preciso renovar, e muito. Alfragide é o patinho feio da Amadora, porque apesar de ser o local que mais alto paga IMI, é PSD em concelho de PS, e ao sê-lo, tem e gera anti-corpos na CMA.

Uma sugestão concreta para o seu programa e uma duvida:

Sugestão: Bandas sonoras no IC19 junto à EB1/JI de Alfragide. Alguém já se deu conta do nível de ruído permanente que a escola aguenta das 9h às 17h30 ? Alguém se preocupou , alguém o mediu ? Eu já, e já vi o ruído chegar quase aos 90dB !! É o nível equivalente ao de uma estação de metro, "com" o metro a chegar. Oeiras, Estoril teem bandas na A5 ao lado até de cemitérios, o Lumiar tem bandas no Eixo N/S, todo o sitio onde passo e tem casas e são feitas vias rapidas ou Auto-Estradas, colocam bandas. E nós, não temos respeito pela saúde das nossas crianças. Não acredito que seja falta de verba. Ou será um arrufo de sentido estético de alguém com responsabilidade, por achar que aqueles desenhos empedrados e as couves poluídas de metais pesados seriam desfeiadas pelas bandas ?

2 - Tenho na mão o programa de festas da cidade da Amadora deste ano. Não encontro nenhuma actividade na nossa freguesia. Pode procurar saber porquê ? Incompetencia ? Falta de verbas ? Desprezo na CMA ? Desinteresse da população na organização do que quer que seja ?

Força.
Pedro Lucas
Morador em Alfragide desde 1998


De Odete Pinto a 14 de Setembro de 2009 às 23:00
Caro Pedro Lucas,

Gostei muito do seu comentário interessado e proactivo.

Já tinha em tempos manifestado também a sua preocupação cívica no meu blog Alfragide XXI.

Posso convidá-lo a juntar-se ao grupo do António Barata no Facebook?

http://www.facebook.com/home.php?ref=home#/profile.php?id=100000252070902&ref=nf

Gostaríamos muito que colaborasse connosco, em prol de Alfragide.





De alfragide2009 a 15 de Setembro de 2009 às 15:47
Meu Caro, Pedro Lucas
Primeiro que tudo, agradeço o seu comentário. Só agora estou a responder, porque precisei de colher informações junto da CMA , para poder informar com rigor, sobre aquilo que nos apresenta.
Quanto à sugestão de se colocarem "Bandas sonoras" no IC19 , foi-me hoje confirmado pela CMA que as Estradas de Portugal já se comprometeram a instalar esses paineis no decurso das obras que decorrem actualmente na CRIL . Vamos estar atentos!
Quanto à não participação da nossa Junta de Freguesia nas Festas da Cidade, é da inteira responsabilidade do executivo da Junta e do seu Presidente que não entregou qualquer proposta de actividades (das artes, da cultura, do desporto, de recreio, etc.). Aliás, tem sido sempre assim. Portanto, se a JFA não apresenta um programa de actividades, não é por falta de verbas porque a CMA financia as acções propostas e estimula a sua concretização. Se existe desinteresse da população, até podemos compreender, uma vez que a Junta nada tem para oferecer, isto é, não existem organizações viradas para a ocupação dos tempos livres da população, qualquer que seja a idade, nem se incentiva e apoia a sua criação. Conclusão: Vamos ter que acabar com esta pasmaceira para que, como diz, Alfragide deixe de ser "o patinho feio" da Amadora.


Comentar post

Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
15
16
17

18
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


posts recentes

Inquérito à População

Encerramento da Campanha ...

CONFIEM em nós!

Reafectação Funcional do ...

Programa Eleitoral

Festas da Cidade da Amado...

Apontamentos de Campanha ...

Apontamentos de Campanha ...

Princípios Orientadores d...

Convenção Autárquica do P...

arquivos

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

links
Informações
ESTÃO PREVISTOS PARA BREVE O INÍCIO DOS TRABALHOS NA RUA DAS GARAGENS (ALFRAGIDE-SUL) PARA ARRANJO DE PASSEIOS, ESTACIONAMENTO E REPAVIMENTAÇÃO DA RUA, PROMOVIDOS PELA CMA.
Pensamento da Semana
"PEDRAS NO CAMINHO? GUARDO TODAS, UM DIA VOU CONSTRUIR UM CASTELO..." (Fernando Pessoa)